Associação de sobrepeso e obesidade com Hipertensão Arterial Sistêmica

Volume 1, edição anual - 2012

 


 Proposição de resumo para a

III Jornada de Estudos e III Semana Acadêmica do Curso de Nutrição

 

TITULO: ASSOCIAÇÃO DO SOBREPESO E OBESIDADE COM A HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA

Autores: Tarnowski, M¹; Chagas, P²; Caramori, P³; Schwanke, C4.

Instituição: ¹ Graduanda do Curso de Nutrição UFSM/CESNORS; ² Universidade Federal de Santa Maria/CESNORS, Palmeira das Missões, RS; ³Centro de Pesquisa Cardiovascular – Hospital São Lucas da PUCRS, Porto Alegre, RS; 4Instituto de Geriatria e Gerontologia da PUCRS.

Palavras chave: Hipertensão, Obesidade, Sobrepeso.      

 

RESUMO

Introdução: A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é uma condição clínica multifatorial caracterizada por níveis elevados de pressão arterial e representa um fator de risco independente, linear e contínuo para a doença arterial coronariana (DAC). Objetivo: Em pacientes com suspeita de DAC, investigar a prevalência de sobrepeso e obesidade e verificar associação destas com a HAS. Metodologia: Participaram do estudo pacientes adultos que estavam sendo submetidos à cineangiocoronariografia. Os dados sociodemográficos e a presença de HAS foram coletados por entrevista seguindo um questionário padronizado. O peso, em quilogramas(Kg), foi aferido com a utilização de uma balança antropométrica calibrada(Filizola, São Paulo, Brasil). A altura, em metros(m), foi aferida com o estadiômetro da balança antropométrica.  O índice de massa corporal(IMC) foi calculado utilizando-se a equação peso (kg) dividido pela altura(m) elevada ao quadrado. Foi considerado Eutrofia IMC entre 18,5-24,99kg/m², sobrepeso IMC entre 25-29,9Kg/m² e obesidade acima de 30kg/m². Resultados: A amostra foi composta por 333 pacientes (63,2% homens). A idade média foi de 60,1±10 anos. A prevalência de HAS foi de 77%. Na amostra total, 79 (23,7%) estavam eutróficos, 151 (45,3%) apresentavam sobrepeso e 103 (30,9%) pacientes foram considerados obesos. Entre os pacientes com HAS, 20,5% estavam eutróficos, 43,7% com sobrepeso e 35,6% obesos. Encontrou-se associação significativa do sobrepeso e obesidade com a HAS (p=0.001). Conclusão: O excesso de peso se associa com maior prevalência de HAS. Assim, manter o peso adequado é uma das formas de prevenção à HAS.